Sala particular ou coworking. O que é mais vantajoso?

Convido a imaginarmos uma hipótese divertida: Alguém que vai trabalhar tranquilamente de sunga ou biquíni é algo raro de se encontrar. Concorda? Isso porque a estética importa. Sendo algo fundamental para a credibilidade profissional e para a confiança que se passa nesse ambiente. Do mesmo jeito, uma sala que reflete o trabalho do profissional é importante, especialmente quando falamos de psicólogos, coaches, advogados, consultores, arquitetos, publicitários, contadores e demais profissionais que atendem clientes em suas salas particulares de trabalho.

E se a importância de ter um ambiente que passa credibilidade é indiscutível, também não dá pra questionar que adquirir esse tão desejado local que reflete o perfil do profissional não é uma tarefa tão simples, principalmente porque o investimento que as salas particulares exigem não são nada acessíveis.

Mas uma boa saída para quem atende clientes e precisa criar um ambiente confortável, profissional e rentável são os coworkings. A modalidade, flexível, permite o aconchego necessário de uma sala de trabalho tradicional sem os custos que elas exigem. Pra confirmar que os coworkings são uma novidade que pode dar muito certo, é só colocar na ponta do lápis, o que vamos ajudar você a fazer hoje!

Photo by rawpixel on Unsplash

Photo by rawpixel on Unsplash

Custos mensais

As salas particulares possuem custos fixos, geralmente mensais. Esses custos são de responsabilidade do profissional e possuem altos valores, especialmente quando somados e analisados. Um psicólogo que atende na zona sul de Belo Horizonte, por exemplo, gasta em média 3.745 reais por mês de manutenção do seu ambiente de trabalho.
O cálculo inclui o aluguel (R$1.000), condomínio (R$ 400,00), IPTU (R$ 110,00), monitoramento de segurança (R$ 165,00), energia elétrica e água (R$ 150,00), telefone receptivo/Internet (R$ 220,00), produtos de limpeza e conservação (R$ 200,00), material escritório e copa (R$ 100,00), manutenção e reparos (R$ 300,00), faxineira 4x ao mês (R$ 600,00), outros gastos não planejados (R$ 500,00).
Dependendo do valor cobrado por hora desse profissional, o lucro com os atendimentos em relação ao gasto com a sala representa um valor baixo e insatisfatório, que poderia ser investido em outras áreas.

Coworking x sala particular: gasto por hora

Quando fazemos um comparativo de uma sala particular e um coworking, a diferença de gastos por hora de atendimento fica clara. Se o profissional atende 5 horas por mês, por exemplo, em uma sala particular ele vai gastar R$749,00/hora, já com o coworking, em Belo Horizonte, esse preço varia de R$ 35,00 a R$ 65,00/hora. Já o profissional que atende 20 horas por mês, em uma sala particular, terá um gasto de R$187,25/hora, o que no coworking representa de R$ 15,00 a R$ 55,00/hora. Resolvendo atender 40 horas por mês, o profissional que possui uma sala particular terá um gasto de R$93,62/hora enquanto o profissional que utiliza o coworking terá que desembolsar de R$ 15,00 a R$ 55,00/hora.

Compartilhar um café pode ser uma ótima pedida para dar uma pausa no trabalho e ter uma boa conversa

Compartilhar um café pode ser uma ótima pedida para dar uma pausa no trabalho e ter uma boa conversa. Foto: Gustavo Dragunskis

Serviços

Além de ser mais econômico em relação ao mesmo período de tempo, os coworkings contam com manutenções e serviços já inclusos, diferente de quando se aluga uma sala particular e esses serviços e gastos ficam por conta dos profissionais. Coworkings oferecem serviços como o de secretária para recepcionar os clientes, segurança, internet de alta velocidade, limpeza diária, vários ambientes, a possibilidade de networking com pessoas de diferentes áreas e até aquele cafezinho. Além disso, nos coworkings, o espaço pelo qual você paga não fica parado quando você não está utilizando, representando um serviço não oneroso no seu tempo fora do trabalho.

Depois de tudo isso, os coworkings podem ser uma ótima saída para você psicólogo, coach, advogado, consultor, arquiteto, publicitário, contador ou profissional que precisa de um ambiente que passe conforto e credibilidade para seu cliente, mas que não pese tanto no seu bolso no fim do mês.

Para saber mais sobre esses e outros espaços e serviços do nosso coworking em BH, entre em contato conosco e tenha mais vantagens na hora de adquirir seu espaço profissional!

 

Blog Work Point Coworking. Texto por Juliana Resende.
Envie-nos suas sugestões de texto e dúvidas sobre coworking.

Category: ambientes e serviços, Conexão e serviços, coworking Tags: , , , , , , , ,
Leave a Comment